Licitações

ANP divulga nomes das 14 primeiras empresas inscritas na 14ª Rodada

A Comissão Especial de Licitação (CEL) julgou hoje (09/08) os primeiros pedidos de empresas que solicitaram inscrição na 14ª Rodada de Licitações. Um total de 14 pedidos de inscrição foi julgado e aprovado pela CEL. Dessas empresas, 11 são de origem estrangeira e há grandes nomes do setor. Das 14 empresas inscritas nessa primeira etapa, há três que ainda não possuem contrato para exploração e produção de petróleo e gás natural no Brasil.

Pré-Sal

Custo de extração do pré-sal chega a US$ 8 por barril

Os custos de extração do petróleo da camada do pré-sal estão atualmente em US$ 8 por barril, disse ontem o presidente da Petrobras, Pedro Parente (foto). "O pré-sal, hoje, tem um custo de extração de US$ 8 por barril. O problema foi a demora em explorar o pré-sal", afirmou. Até pouco tempo atrás, a Petrobras obrigatoriamente deveria ser a operadora de blocos do pré-sal, o que limitou a atuação de outras empresas e consequentemente a exploração. Mesmo assim, com pesados investimentos, principalmente da Petrobras, nos últimos anos, a produção do pré-sal no País superou a do pós-sal em junho, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em relatório no final de julho.

Downstream Clipping

Após bater recorde de alta, preço da gasolina volta a subir no país

Os preços da gasolina, etanol hidratado (álcool) e diesel tiveram novos aumentos na semana passada, depois da forte elevação registrada na semana anterior.

Tecnologia

Parceria entre Termomecanica e Instituto Federal de São Paulo pode beneficiar mercados naval e aeroespacial

Firmada recentemente entre Termomecanica e Instituto Federal de São Paulo (IFSP), a parceria para incentivar a pesquisa tecnológica e fomentar a utilização do cobre e suas ligas nos processos industriais, já está dando frutos. O primeiro projeto, realizado com ligas especiais de Bronze Alumínio, teve seus primeiros resultados apresentados durante o Congresso Brasileiro de Engenharia de Fabricação (COBEF), que aconteceu em junho, em São Paulo.  Quando concluída, a pesquisa será crucial no sentido de ampliar de forma representativa a participação da TM nos mercados aeroespacial e naval.

Downstream Clipping

Governo pode reavaliar aumento de impostos para o etanol, diz Meirelles

Lei diz que taxas não podem ser maiores que 9,25% do preço médio de venda do produto nos últimos 12 meses; Receita Federal vai refazer os cálculos.

Finanças

Petrobras planeja acelerar venda de ativos a partir de setembro

Mesmo com o anunciado IPO da BR Distribuidora, a Petrobras deve acelerar seu processo de parcerias e desinvestimentos e comunicar a venda de outros ativos nos próximos meses, principalmente a partir de setembro, após as férias no hemisfério norte, segundo a coluna apurou. A empresa mantém o foco em reduzir o endividamento. A companhia tem uma dívida elevada, que foi refinanciada, mas uma das iniciativas mais importantes para a melhor a relação dívida/Ebitda é o programa de venda de ativos. A estatal tem cerca de 34 processos de desinvestimento. A meta para 2017 e 2018 é desinvestir US$ 21 bilhões.

Refino

Importação de combustível afeta produção de refinarias

Enquanto as importações de combustíveis crescem, a produção das refinarias nacionais atingiu em 2017 o pior nível desde a crise econômica do final da década passada. Para especialistas, o país troca produtos nacionais por importados como reflexo da política de preços da Petrobras. Além dos impactos na receita da estatal, o movimento amplia remessa para o exterior dos dólares usados para importar os produtos. Sindicatos acusam a empresa de facilitar importações para atrair interessados para suas refinarias. De acordo com dados da ANP, as refinarias brasileiras produziram 221,4 milhões de barris de derivados de petróleo no primeiro quadrimestre de 2017. É o menor volume para o período desde 2010 e representa queda de 7,7% na comparação os primeiros quatro meses de 2016.

O seu site favorito de O&G