Press "Enter" to skip to content

Petrobras dá sequência ao plano de venda de ativos

Rio,  21/11/2017 – A Petrobras continua com seu plano de desinvestimentos. A companhia anunciou o início do processo de venda de mais ativos em campos terrestres, o que segundo o mercado deve atrair empresas de pequeno e médio portes.

A Petrobras informou na sexta-feira (17) ter dado início à fase não vinculante do processo de cessão de direitos de exploração, desenvolvimento e produção em três conjuntos de campos terrestres no Rio Grande do Norte e Bahia: Polos Riacho da Forquilha, Buracica e Miranga.

Segundo o sócio de petróleo e gás da KPMG, Anderson Dutra, estes campos devem atrair empresas nacionais de pequeno e médio porte. “Apesar disso, essa é uma grande oportunidade para estas petroleiras se desenvolverem”, avalia o executivo.

A Petrobras informou em comunicado que, nesta etapa do projeto, os interessados habilitados na fase anterior para cada conjunto de campos terrestres terão acesso a um data room virtual contendo mais informações, bem como instruções e orientações para envio das propostas não vinculantes.

Captação

A Petrobras captou mais US$ 1 bilhão com um sindicato de bancos comerciais, liderado pelo Standard Chartered, para realizar pré-pagamentos, seguindo sua estratégia de alongar e reduzir a maior dívida de uma petroleira no mundo.

Simultaneamente, a empresa informou na sexta-feira que realizou pré-pagamento de financiamento com o Standard Chartered no valor de US$ 500 milhões, que venceria em dezembro de 2018, segundo comunicado. O restante dos recursos captados será utilizado para pré-pagamento de dívidas existentes.

Em contrapartida, a empresa liquidou diversos empréstimos e financiamentos, ao longo do ano, como a recompra e/ou resgate de títulos no mercado de capitais internacional, com vencimentos entre 2018 e 2021, com valor total de US$ 7,6 bilhões. Também houve o pré-pagamento de empréstimos no mercado bancário nacional e internacional.

Comments are closed.