Press "Enter" to skip to content

Petrobras lucra R$ 10,07 bilhões no 2º trimestre e obtém melhor resultado desde 2011

Rio, 12:01 03/08/2018 (Redação/Reuters*) – A Petrobras registrou lucro líquido de 10,07 bilhões de reais entre abril e junho, o melhor resultado trimestral desde o segundo trimestre de 2011, com impulso do ganho de participação no mercado de derivados no Brasil, alta nos preços do petróleo Brent e uma melhora no resultado financeiro.

Assim, o lucro da companhia disparou mais de 3 mil por cento ante os 316 milhões de reais mesmo período do ano passado, quando o resultado foi afetado pela adesão da empresa a um programa de regularização tributária do governo.

Houve ainda um crescimento de cerca de 45 por cento na comparação com o lucro líquido do primeiro trimestre, refletindo o crescimento do market-share de diesel e gasolina, devido à redução de importação por terceiros, resultando em crescimento de 6 por cento das vendas no mercado interno, com destaque para o diesel.

A Petrobras reportou também maiores margens nas exportações de petróleo, devido ao aumento do petróleo Brent, e na venda dos derivados, em função da realização de estoques formados a preços mais baixos.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado aumentou cerca de 57 por cento ante o segundo trimestre do ano passado, para 30,07 bilhões de reais, como resultado do aumento da margem de vendas de derivados no Brasil e de exportação de petróleo.

Segundo a companhia, o aumento de 134,5 por cento das despesas operacionais na comparação anual, devido ao resultado negativo com o hedge de óleo, aos ajustes de preço relacionados ao acordo da alienação do campo de Roncador e à variação cambial sobre o saldo da provisão Class Action nos EUA, foi compensado pela melhora do resultado financeiro, reflexo do ganho com a renegociação de dívidas com o Sistema Eletrobras e da redução das despesas com financiamentos.

Por Roberto Samora e Marta Nogueira

Comments are closed.

Guiaoffshore 16 anos com você