Press "Enter" to skip to content

Petrobras negocia venda da polêmica refinaria de Pasadena com Chevron

Rio, 26/10/2018 – A Petrobras está negociando a venda da refinaria de Pasadena, nos EUA, com a norte-americana Chevron, segundo informou a agência Reuters, com base em informações de três fontes com conhecimento do assunto.

Uma delas indicou que estão avançadas as negociações para a venda do ativo, que esteve no foco das investigações da operação Lava Jato sobre corrupção envolvendo a estatal brasileira.

A negociação ocorre no momento em que companhias de petróleo dos EUA estão buscando expandir as operações de refino para absorver os grandes volumes de petróleo de “shale” que estão sendo extraídos no país. Segundo uma fonte da indústria de petróleo nos EUA, a companhia norte-americana “está muito perto de adquirir Pasadena”, refinaria com capacidade de processamento de 110 mil barris por dia.

No Brasil, uma segunda fonte com conhecimento da situação, que também pediu para não ser identificada, confirmou as negociações com a Chevron. “Pode ser sim, Pasadena pode ser vendida (para Chevron). Há conversas em andamento, e só posso dizer isso”, disse.

O processo de venda de Pasadena – cuja compra pela Petrobras teria causado prejuízo para a estatal de mais de meio bilhão de dólares, segundo relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) – foi iniciado em fevereiro deste ano.

Em maio, a Petrobras iniciou a fase vinculante do processo de venda do ativo, em que interessados habilitados em uma fase anterior da negociação recebem cartas-convite com instruções detalhadas e orientações para realização de due dilligence. Depois disso, a estatal não divulgou mais informações sobre o processo de venda.

Procurada ontem, a Petrobras não comentou o assunto imediatamente. A Chevron não quis comentar o tema. As fontes não falaram em valores que estão sendo negociados.

A venda da refinaria seria positiva para a Petrobras, que busca reduzir suas dívidas e tem enfrentado obstáculos para desenvolver seu programa de desinvestimentos de US$ 21 bilhões entre 2017 e 2018.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Guiaoffshore 16 anos com você