Press "Enter" to skip to content

BNDES pretende vender até a totalidade de ações ordinárias da Petrobras, o equivalente a 10% desses papéis emitidos pela empresa

Após anúncio, as ações ordinárias da petrolífera fecharam em queda de 4,69%, a R$ 31,33, maior baixa do Ibovespa

Redação / Agências de Notícias

Rio, 13/12/2019 – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) comunicou a Petrobras sua intenção de avaliar a venda de até a totalidade de ações ordinárias da empresa detidas pela instituição, segundo nota da petroleira ao mercado nesta sexta-feira.

A operação seria feita por meio de uma oferta pública secundária de ações, com esforços de distribuição no Brasil e o no exterior, acrescentou a Petrobras.

Em 30 de novembro de 2019, o BNDES detinha 734.202.699 ações ordinárias da Petrobras, representando cerca de 10% do total de ações ordinárias emitidas pela companhia, segundo a nota. A Petrobras disse ainda que a “comunicação não deve ser considerada como anúncio de oferta”.

A empresa disse também que o BNDES aprovou o início de processo seletivo de contratação de assessores para a transação, além de que o banco começou estudos para detalhar seus termos e condições da venda, incluindo a quantidade de ações e o cronograma do processo.

Após o BNDES anunciar a venda dos papéis da Petrobras, as ações ordinárias da petrolífera fecharam em queda de 4,69%, a R$ 31,33, a maior baixa do Ibovespa. Já os papéis preferenciais, tiveram baixa de 3,20%, a R$ 29,98. Somadas, as ações representam mais de 12% da carteira do Ibovespa, que cai 0,10%. O volume financeiro também foi alto: Petrobras PN está em R$ 3,1 bilhões e de Petrobras ON em R$ 1,1 bilhão.

Segundo a Planner, a possibilidade de uma venda tão expressiva de ações pode comprometer a valorização de Petrobras ON no curto prazo. Porém, após a operação, haverá o benefício do aumento da liquidez deste tipo de ação. De acordo com a Planner, o valor de mercado desta posição do BNDEs é de R$ 24,1 bilhões, considerando a cotação de ontem.

O Bradesco BBI, em comentário ao mercado, também analisou que as ações da Petrobras devem ser pressionadas no curto prazo, mas algum alívio deve ser observado posteriormente.

Mission News Theme by Compete Themes.
Notícias em Destaque: