Press "Enter" to skip to content

Estoque de petróleo dos EUA recua mais que o esperado, aponta AIE

Nova York, 27/12/2019 – Os estoques de petróleo dos Estados Unidos recuaram muito além do esperado na semana finalizada em 20 de dezembro, à medida que refinarias aceleraram suas atividades diante da aproximação do final do ano, divulgou nesta sexta-feira a Administração de Informação sobre Energia (AIE), segundo a Reuters.

As reservas norte-americanas de petróleo tiveram redução de 5,5 milhões de barris até o final da semana passada, atingindo 441,4 milhões de barris e superando a expectativa de analistas ouvidos por pesquisa da Reuters, que previam um recuo de 1,7 milhão de barris no período.

As operações das refinarias avançaram em 418 mil barris na semana passada, acrescentou a AIE. Já as taxas de utilização pelas refinarias tiveram alta de 2,7 pontos percentuais no período, com o uso geral avançando para 93,3%, o maior nível desde setembro, diante do aumento de produção.

Após os dados, os preços do petróleo apresentavam ligeira alta. O petróleo Brent subia 0,17 dólar, ou 0,25%, a 68,09 dólares por barril, às 15:05 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,03 dólar, ou 0,05%, a 61,71 dólares por barril.

“Finalmente, após meses de espera, estamos vendo as refinarias retornando das manutenções e acelerando operações, o que levou a uma redução significativa nos estoques de petróleo nesta semana”, disse Andrew Lipow, presidente da Lipow Oil Associates.

“Infelizmente para as refinarias, elas estão transformando esse excedente de petróleo em estoques adicionais de gasolina, o que não é um bom sinal para as margens de refino no início de 2020.”

Os estoques norte-americanos de gasolina avançaram em 2 milhões de barris na semana, para 239,3 milhões de barris, disse a AIE. O nível é o maior para o combustível desde março.

Mission News Theme by Compete Themes.
Notícias em Destaque: