Press "Enter" to skip to content

Preços do petróleo alcam máximas de 3 meses com estoque menor nos EUA e otimismo de investidores

Houston (EUA) 27/12/2019 – Os preços do petróleo avançaram nesta sexta-feira e acumularam a quarta semana consecutiva de ganhos, mantendo-se em máximas de três meses, após novos dados mostrarem que os estoques da commodity nos Estados Unidos recuaram mais que o esperado.

O movimento foi influenciado também por dados econômicos positivos dos EUA e o otimismo sobre o acordo comercial entre Washington e Pequim, que alimentou um rali de final de ano nos mercados acionários, de acordo com a Reuters.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,24 dólar, a 68,16 dólares por barril, maior nível desde meados de setembro. O valor de referência internacional saltou quase 27% desde o final de 2018.

Já o petróleo dos EUA avançou 0,04 dólar, fechando a 61,72 dólares o barril, também em máxima de três meses. A referência de mercado norte-americana acumula alta de 36% neste ano.

Os estoques de petróleo dos EUA tiveram redução de 5,5 milhões de barris na semana encerrada em 20 de dezembro, atingindo 441,4 milhões de barris e superando por muito a expectativa de analistas, que previam um recuo de 1,7 milhão de barris no período.

Um rali de final de ano no mercado acionário também ajudou a impulsionar os preços do petróleo, à medida que o entusiasmo dos consumidores continua a melhorar, segundo Josh Graves, estrategista-sênior de mercado da RJO Futures.

“É o rali do Papai Noel. As pessoas tendem a comprar mais coisas, que vão indiretamente empurrar o preço do petróleo para cima”, afirmou Graves.

Com reportagem adicional de Bozorgmehr Sharafedin em Londres e Aaron Sheldrick em Tóquio

Por Collin Eaton/Reuters

Mission News Theme by Compete Themes.