Press "Enter" to skip to content

Fpso P-70 se solta em manobra de ancoragem, durante temporal, na Baia de Guanabara e chega perto da orla de Niterói

Rio, 30/01/2020 – O navio-plataforma P-70, que estava fundeado no porto do Rio de Janeiro, na Baía de Guanabara, foi deslocado até costa da Praia Boa Viagem, em Niterói, na noite desta quinta-feira (30), durante temporal e fortes ventos que atingiram a Região Metropolitana do Rio. Não houve vítimas.

A embarcação tinha sido levada para Gragoatá nesta quinta e se soltou durante manobra de ancoragem. O navio podia ser visto (foto) da pista próxima ao campus Gragoatá da Universidade Federal Fluminense (UFF), por volta das 21h45, assustando motoristas e pedestres que passavam no local.

Plataforma P-70 se aproximou da costa da Boa Viagem na altura da Universidade Federal Fluminense (UFF)

De acordo com o G1, três das quatro linhas de ancoragens do navio estavam conectadas, quando duas delas se romperam. Ventava bastante na ocasião. Um dos rebocadores ainda tentou segurar o navio, mas não conseguiu. A proa do navio se voltar pra praia e acabou indo até a orla.

A Petrobras afirmou que reconduziu a unidade à área onde ficará fundeada na Baía de Guanabara. Não houve vítimas. A empresa está apurando o episódio.

O navio-plataforma chegou ao Porto do Rio de Janeiro no dia 24 de janeiro, para operar no polo Pré-Sal da Bacia de Campos.

A plataforma foi trazida pelo navio Boka Vanguard, que ancorou em uma das áreas de fundeio na Baía de Guanabara, onde foi descarregada. A complexa operação de fundeio mobilizou profissionais da Companhia Docas do Rio de Janeiro, da Marinha do Brasil e da Praticagem do Rio de Janeiro.

A P-70 faz parte da série de plataformas replicantes, que atualmente respondem por parte da produção no pré-sal, com a operação já iniciada nas unidades P-66, P-67, P-68 e P-69. Construída na China, a plataforma tem 288 metros de comprimento e capacidade para produzir 150 mil barris de óleo e 6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. (Veja matéria completa sobre a chegada da embarcação ao Rio de Janeiro)

Procurada, a Petrobras emitiu a seguinte nota: “Por conta do temporal e os fortes ventos que atingiram a região metropolitana do Rio de Janeiro, na noite desta quinta-feira (30/01), houve um deslocamento da P-70, durante o processo de ancoragem da plataforma para próximo da costa, em Niterói. A Petrobras já reconduziu a unidade à área onde ficará fundeada na Baía de Guanabara. Não houve vítimas. A Petrobras está apurando as causas da ocorrência.”

Plataforma P-70 se aproximou da costa da Boa Viagem na altura da Universidade Federal Fluminense (UFF)

Mission News Theme by Compete Themes.
Notícias em Destaque: