Press "Enter" to skip to content

CEO do Estaleiro Atlântico Sul detalha em evento online estratégia de atuação no mercado de descomissionamento de plataformas da Petrobras

A executiva do estaleiro, Nicole Terpins, também apresentará seu programa de prospecção de negócios e retomada das atividades de construção e reparo de embarcações

Rio, 21/08/2020 – O Estaleiro Atlântico Sul (EAS) prepara sua entrada no mercado de desativação de plataformas de petróleo – um setor com potencial para gerar até R$ 26 bilhões de investimentos nos próximos cinco anos, segundo a ANP.

Para isso, a empresa já começou a tirar licenças – por exemplo, para fazer a retirada do Coral Sol, um predador natural que se aloja nas plataformas de petróleo.

CEO do estaleiro, Nicole Terpins

Esta iniciativa do EAS bem como sua estratégia de prospecção de novos negócios do estaleiro serão apresentadas pela CEO do estaleiro, Nicole Terpins, na segunda edição do evento online e gratuito Encontro de Negócios de Oil, Gás & Energy.

O estaleiro também deverá abrigar uma unidade de tratamento de resíduos radioativos que costuma ser encontrado nas plataformas.

 

Ao mesmo tempo, o grupo também prospecta novos negócios na construção de torres eólicas, no arrendamento de áreas para projetos de infraestrutura – possivelmente, um terminal portuário – para a retomada das atividades de construção e reparo de embarcações.

Fernado Potsch, do portal Fornecedor & Negócios

O evento será realizado pelo Ibef e o portal Fornecedor & Negócios no dia 26 de agosto, às 16h30, com a participação também do Fernando Postch, do portal Fornecedor & Negócios e Vice Presidente de Óleo e Gás do Ibef-Rio, bem como de Maurício Almeida, Consultor, Perito e Administrador Judicial.

Evento:

dia 26/08/2020

horário 16h30

Mais informações, clique aqui 

Para se inscrever, clique aqui 

 

Mission News Theme by Compete Themes.
Notícias em Destaque: