Press "Enter" to skip to content

Maxon Oil cresce e prevê faturamento de R$ 100 milhões em meio à pandemia

Marca de lubrificantes da Teclub aumenta participação num mercado dominado por grandes companhias e já é a sexta mais vendida no Sul do país

São Paulo, 01/09/2020 – A Teclub, fabricante dos lubrificantes automotivos e industriais Maxon Oil, bateu 105% da meta de receita durante a pandemia e projeta fechar 2020 com faturamento acima de R$ 100 milhões. Detalhe: seu faturamento em 2015 era de R$ 10 milhões.

O desempenho chama atenção, ao se considerar que atua num mercado dominado por gigantes como Petrobras, Texaco, Ipiranga, Mobil, Shell, entre outros. A Maxon, segundo a empresa, já é a sexta marca que mais vende na Região Sul e a 14ª no país, diante de um mercado com 276 players registrados.

“A meta é sempre evoluir”, Edson Reis, CEO da Teclub-Maxon Oil

Nos últimos 12 meses o mercado de lubrificantes cresceu 6% e segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP) o bom desempenho dos pequenos produtores é uma tendência e corresponde a 24% do setor, segundo dados de 2019. O segredo do sucesso da Teclub é a aposta na tecnologia embarcada e, principalmente, em trazer um produto de alta qualidade aliado a um custo extremamente competitivo quando comparado com as marcas tradicionais.

“Estamos conquistando espaço por nos posicionar como uma marca parceira, com excelente custo x benefício. Não disputamos espaço por meio de altos investimentos em mídia, como fazem as gigantes. Focamos em entender a real necessidade do consumidor e em mostrar a ele que trabalhamos com responsabilidade, profissionalismo e bom preço, o que resulta na fidelização”, afirma Edson Reis, CEO da Teclub-Maxon Oil.

Com uma estrutura moderna e organizada, instalada na Região Metropolitana de Curitiba, a empresa opera com capacidade de produção atual de 100 mil litros ao dia, expedindo mais de 1,5 milhão de litros mensalmente.

Conquista do mercado

A chancela do mercado para a Teclub-Maxon Oil veio após uma reestruturação de todos os setores da empresa, principalmente do parque industrial. O principal investimento foi no Centro de Tecnologia & Qualidade Maxon Oil, com fornecedores homologados pela SAE (Society of Automotive Engineers), pela API (Association des Constructeurs Européens de l´Automobile) e pela Jaso (Japanese Automobile Standarts Organization), instituições mundialmente reconhecidas e que padronizam as classificações do desempenho dos lubrificantes.

“Fazemos um trabalho direto nas distribuidoras, autopeças, centros automotivos, concessionárias, oficinas, nos postos de serviços, conversando com os frentistas e, sempre que possível, com o cliente final. Levamos nosso pessoal até estes locais para mostrar o que é o Maxon Oil e suas vantagens reais. Isto modifica toda a percepção sobre os nossos produtos, tendo em vista que num passado recente qualquer óleo que não viesse de uma grande companhia era considerado ‘segunda linha’ e danoso para o veículo. Isso não é mais uma realidade e somos capazes de oferecer as mesmas garantias que as grandes companhias”, explica Edson.

A empresa hoje mantém escritórios de representação em todos os estados do Brasil e no Distrito Federal e, a partir de 2021, pretende iniciar a expansão internacional, começando pela América Latina.

Negócio de família

Em 2006, Nelson Edson dos Reis e um sócio assumiram a empresa, então uma revendedora de lubrificantes, sem desenvolvimento e tecnologia própria. Tendo em vista a complexa dinâmica regulatória do mercado de lubrificantes, os filhos de Nelson, Edson (atual CEO) e Flávia, identificaram a necessidade de adequações técnicas e financeiras na operação e em 2010 passaram a integrar a direção da empresa.

“Os desafios técnicos foram enormes, porque a empresa precisou criar um fluxo de acompanhamento das normas da ANP e justamente esse desafio nos levou à qualidade de excelência do produto, num momento em que outros fabricantes independentes ainda não estavam atentos a isso. Então fomos pioneiros ao assumir uma posição alternativa em relação às grandes companhias”, conta Edson.

Ele e Flávia estudaram a fundo o mercado de lubrificantes. Edson chegou a cursar engenharia química para saber mais sobre o core business, além de fazer várias especializações, e Flávia trouxe a sua expertise em administração e experiência no mercado financeiro. A partir de 2012, já com a liderança dos filhos, a Teclub começou a mudar, se adequando e investindo pesado em um time de profissionais focados em desenvolvimento de produto e serviços ao mercado e o resultado veio.

“Investimos em conhecimento e o resultado foi o melhor. Hoje temos pleno domínio do nosso negócio e estamos desenhando uma nova linha de produtos, além de trabalhar forte nos serviços ao mercado. A meta é sempre evoluir”, finaliza Edson.

 

Mission News Theme by Compete Themes.
Notícias em Destaque: