Press "Enter" to skip to content

Consórcio liderado pela Petrobras inicia produção em Libra com primeiro óleo retirado pelo fpso da Odebrecht

Rio, 27.11.2017 – O consórcio responsável pela operação do campo gigante de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos, iniciou no domingo a produção de petróleo e gás natural na região. A extração petrolífera na área, prevista inicialmente para julho deste ano, é a primeira sob o regime de partilha da produção com a União.

O consórcio planeja instalar no campo, até 2023, três plataformas, com capacidade para produzir 540 mil barris de petróleo por dia, ou o equivalente a 25% da produção atual total do país, que é de 2,1 milhões de barris diários. A produção do primeiro óleo de Libra teve início anteontem, apenas quatro anos após o campo ter sido arrematado no primeiro leilão do pré-sal no regime de partilha.

O primeiro óleo de Libra foi obtido por meio do FPSO Pioneiro de Libra (foto), em um Teste de Longa Duração (TLD), de um ano. A unidade, afretadado e operada pela joint-venture OOGTK, formada pela Odebrecht Óleo e Gás (OOG, 50%) e Teekay Offshore (50%), tem capacidade de produção de 50 mil barris diários de petróleo e de compressão e reinjeção de 4 milhões de metros cúbicos diários de gás natural. A plataforma opera em lâmina d’água de até 2,4 mil metros. (mais…)

Guiaoffshore 16 anos com você